sábado, 28 de maio de 2011

POEMA CONTRA EXPLORAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL





Menino, mas não criança
De sonhos já derrotado
À escravidão condenado
Olhos vazios de esperança

Fructus ventris da miséria
Vendido a troco de um pão
Não é gente é só matéria
É vergonha, é exploração

Não sabe o que é um brinquedo
Nem o que é instrução
No peito carrega o medo
No lugar do coração

Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil
Poema dedicado às crianças vítimas de exploração infantil


6 comentários:

Anônimo disse...

esse poema é realmente muito tocante .. muito bom !

como e a vida disse...

respond-me quem é a autora desse poema contra a exploração do trabalho infantil?
meu nome e bianca

como e a vida disse...

respond-me quem é a autora desse poema contra a exploração do trabalho infantil?
meu nome e bianca

Anônimo disse...

muito legal esse poema

Anônimo disse...

isso tem q ser postado no mundo inteiro em um telão

Anônimo disse...

e muito legal esse poema se eu podese eu ajudavar as criança sai dessa casa .